CCS-2017-_-Foto-Reproducao

Conselho de Comunicação Social 2017-2019

Foi aprovado pelo Congresso Nacional, no dia 13 de agosto, os nomes para compor o CCS para o próximo mandato de dois anos, com representantes dos setores de arte, cultura, comunicação e sociedade civil.

O Instituto Palavra Aberta continua a fazer parte do Conselho de Comunicação Social (CCS), mantendo como representante a sua presidente, Patricia Blanco. Outros conselheiros também foram reconduzidos nessa nova chapa, aprovada pelo Congresso Nacional no dia 13 de agosto.

Para o próximo mandato de dois anos (2017 a 2019), foram aprovados os seguintes nomes:

Representante das empresas de rádio
• José Carlos da Silveira Júnior (Titular – Indicação da Aber)
• João Camilo Júnior (Suplente – Indicação da Abratel)

Representante das empresas de televisão
• José Francisco de Araújo Lima (titular reconduzido – Indicação da Abert)
• Juliana dos Santos Noronha (suplente – Indicação da Abert)

Representante das empresas de imprensa escrita
• Ricardo Bulhões Pedreira (Titular – Indicação da ANJ)
• Maria Célia Furtado (Suplente – Indicação da Aner)

Engenheiro com notórios conhecimentos na área de comunicação social
• Teresa Mondino (Titular – Indicação da SET)
• Paulo Ricardo Balduino (Suplente – Indicação da SET)

Representante da categoria profissional dos jornalistas
• Maria José Braga (Titular – Indicação da Fenaj)
• Valéria Baptista de Aguiar (Suplente – Indicação da ACRJ)

Representante da categoria profissional dos radialistas
• José Antonio de Jesus da Silva (Titular – Indicação da FITERT)
• Edwilson da Silva (Suplente – Indicação da FITERT)

Representante da categoria profissional dos artistas
• Sydney Sanches (Titular reconduzido – Indicação da UBC)
• Jorge Coutinho (Suplente reconduzido – Indicação da SATED)

Representante das categorias profissionais de cinema e vídeo
• Luiz Antonio Gerace da Rocha e Silva (Titular reconduzido – Indicação do STIC)
• Sonia Teresa Santana (Suplente – Indicação do SINDCINE)

Representante da sociedade civil
• Miguel Matos (Titular – Indicação do Portal Migalhas)
• Patricia Blanco (Suplente reconduzida – Indicação do Conar)
• Murillo de Aragão (Titular reconduzido – Indicação do Ibrade)
• Luiz Carlos Gryzinski (Suplente – Indicação da ABTVU)
• Davi Emerich (Titular reconduzido – Indicação do Sindilegis)
• Domingos Meirelles (Suplente – Indicação da ABI)
• Marcelo Antônio Cordeiro de Oliveira (Titular reconduzido – Indicação do Instituto Ria)
• Ranieri Moacir Bertolli (Suplente – Indicação da Acaert)
• Fábio Augusto Andrade (Titular – Indicação da presidência do senado)
• Dom Darci José Nicioli (Suplente – Indicação da CNBB)

Selecionamos outros textos para você