Nova Escola e Palavra Aberta, com apoio do Google, se unem para criar guias

Educação (ou alfabetização) midiática e informacional. Já ouviu falar? Essa área da Educação tem como objetivo formar cidadãos críticos e aptos a interpretarem todas as informações as quais são expostos diariamente.   O assunto é tão relevante que deverá entrar em vigor na BNCC (Base Nacional Comum Curricular). Em breve, todas as crianças e adolescentes do país irão aprender a ler notícias e a diferenciar conteúdos, seja uma matéria jornalística publicada num veículo de grande circulação, seja um post patrocinado numa rede social.

Porém, enquanto isso não se transforma em realidade, é preciso colocar a mão na massa – ainda mais em ano eleitoral. Com a proliferação de notícias falsas e a polarização política no Brasil, muitos educadores sentem falta de conteúdos que os ajudem a tratar do assunto em sala de aula. Por isso, NOVA ESCOLA e PALAVRA ABERTA, com apoio do GOOGLE, se uniram para produzir reportagens e guias sobre boas práticas de educação midiática e o que fazer em sala de aula.

Entre os meses de agosto e setembro, serão produzidos reportagens e conteúdos que auxiliem professores e alunos a refletir criticamente sobre os conteúdos que estão consumindo na internet e o papel da mídia nas eleições. Como saber se um vídeo que chegou por whatsapp é real ou está fora de contexto? Como garantir que aquele link que você compartilhou nas redes sociais vem de uma fonte confiável?

Para trabalhar essas e outras questões, estão previstos cinco conteúdos que abordarão informações úteis para professores e alunos verificarem a confiabilidade de uma notícia, como trabalhar esse tema em sala de aula, como todas as disciplinas se relacionam com a educação midiática e o que outros países já fizeram que podem servir de inspiração para nós, brasileiros.

O primeiro conteúdo já está disponível no link https://novaescola.org.br/guias/1498/palavra-aberta .

 Sobre NOVA ESCOLA

NOVA ESCOLA é a maior plataforma de conteúdo e serviços para professores e gestores escolares do Brasil. Com 31 anos de história, se consolidou como referência entre profissionais da Educação pela capacidade de unir teoria e prática, além de oferecer recursos em linguagem simples e acessível – planos de aula, cursos, reportagens e vídeos, por exemplo. Mantida pela Fundação Lemann desde 2015, NOVA ESCOLA tem hoje 2,5 milhões de visitantes únicos por mês em seus sites, 1,4 milhão de seguidores no Facebook e 60 mil assinantes da revista impressa. Para concretizar sua missão de impactar positivamente a Educação brasileira, a organização quer dialogar com todos os 2 milhões de professores do país ao longo dos próximos anos.

Sobre o PALAVRA ABERTA

O Instituto Palavra Aberta, é uma instituição sem fins lucrativos e que promove a liberdade de expressão e informação manifestada na liberdade de imprensa, na liberdade de expressão individual, no direito de anunciar e na livre iniciativa como pilar fundamental de uma sociedade avançada e sustentável.

Acredita na força da comunicação e no poder da palavra na construção de uma sociedade melhor. Valoriza o indivíduo como alguém capaz de tomar suas próprias decisões, sem a tutela do Estado.

Apoia também o direito dos cidadãos à informação e à cultura e o direito da iniciativa privada de se comunicar abertamente, com ética e responsabilidade, porque entende que o indivíduo bem informado faz escolhas melhores para si e mais próximas de suas necessidades, por isso acredita que a educação é o caminho para construir uma sociedade mais livre e democrática.

Acredita ainda que a plena liberdade de expressão deva ser defendida por todos aqueles que creem na democracia.

 

APOIO INSTITUCIONAL: GOOGLE

Selecionamos outros textos para você