Lançamento do EducaMídia reúne especialistas para discutir educação midiática

O Instituto Palavra Aberta lançou, na manhã de 12 de junho, o EducaMídia – Programa de Educação Midiática, que tem como objetivo difundir o tema no Brasil e oferecer suporte e ferramentas para que crianças e jovens desenvolvam as habilidades necessárias para consumir informação de forma segura e responsável. A iniciativa conta com apoio do Google.org.

“A educação midiática é um caminho seguro para que que a gente consiga avançar como uma sociedade ativa, igualitária e que exerça plenamente a sua liberdade de expressão”, lembrou a presidente do Instituto Palavra Aberta, Patricia Blanco, durante a abertura.

O evento ocorreu na Escola Britânica de Artes Criativas (EBAC), em São Paulo, e contou com a presença de Alexandre Le Voci Sayad, educador e diretor da ZeitGeist; João Alegria, gerente-geral do Canal Futura, e Vera Iaconelli, psicanalista e colunista do jornal Folha de S.Paulo. Os três fazem parte do Conselho Consultivo do EducaMídia, anunciado hoje, que é composto ainda por: Antonio Gois, jornalista e presidente da Jeduca; Claudia Costin, diretora do Centro de Excelência e Inovação em Políticas Educacionais (CEIPE) da FGV-RJ; Cristina de Mello, pró-reitora nacional de pesquisa e pós-graduação da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM); Ismar Soares, presidente da Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais em Educomunicação (ABPEducom), e Mozart Neves Ramos, diretor de articulação e inovação do Instituto Ayrton Senna.

A mesa de discussão foi mediada por Marco Túlio Pires, líder do Google News Lab, e debateu amplamente temas como a credibilidade da imprensa, o papel da família na era digital e o pensamento crítico para o século 21.

Na sequência, as coordenadoras do EducaMídia, Mariana Ochs e Daniela Machado, detalharam o programa, apresentando o planejamento da iniciativa para este ano e alguns dos conteúdos já produzidos. “O termo ‘nativo digital’ é mal compreendido porque as crianças não nascem sabendo a lidar com o mundo digital. É preciso aprender essa habilidade, e a educação midiática tem exatamente essa missão”, destacou Mariana.

O evento ainda contou com a participação de Caetano Siqueira, coordenador de gestão da educação básica da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, que apresentou como a rede estadual paulista está discutindo a educação midiática em sala de aula.

O EducaMídia havia sido anunciado na semana passada durante o Google For Brasil. Nesta quarta, o público pode conhecer os detalhes do programa. Marcelo Lacerda, diretor de políticas públicas do Google Brasil, e Juliana Nolasco, gerente de políticas públicas e relações governamentais da empresa, também estiveram presentes.

Mais sobre o EducaMídia
O EducaMídia nasce como resposta na área de educação ao desafiador contexto social em que vivemos, marcado pela poluição informacional, pela fusão dos papéis de consumidor e produtor de conteúdo e pelo aumento da intolerância.

O público-alvo prioritário do programa são professores e educadores do Ensino Fundamental, para que propaguem a educação midiática como o conjunto de habilidades para acessar, analisar, criar e participar de maneira crítica do ambiente informacional e midiático em todos os seus formatos – dos impressos aos digitais. O programa desenvolveu um currículo de educação midiática alinhado com os princípios da Base Nacional Curricular Comum (BNCC).

Já no lançamento, o EducaMídia traz, além do currículo e objetivos da educação midiática para professores e alunos, um curso introdutório de 30 horas à distância. Todos os recursos são gratuitos. Até o fim do ano, o programa dará início a uma rodada de eventos para formação de professores nas 5 regiões do país.

Importantes nomes ligados à educação fazem parte do conselho consultivo do EducaMídia, para orientar as estratégias do programa e zelar pela qualidade das iniciativas adotadas (mais detalhes abaixo).

Todas as ações desenvolvidas pelo programa ou por seus parceiros estratégicos serão consolidadas em uma única plataforma.


Conselho consultivo

Alexandre Le Voci Sayad Educador, jornalista, diretor da ZeitGeist e membro diretivo da aliança GAPMIL (UNESCO/Paris)
Antonio Gois Jornalista, colunista de educação do jornal O Globo e presidente da Jeduca
Claudia Costin Professora universitária e diretora do Centro de Excelência e Inovação em Políticas Educacionais da FGV-RJ
Cristina Helena Pinto de Mello Pró-reitora nacional de pesquisa e pós-graduação da ESPM
Ismar de Oliveira Soares Professor, pesquisador e presidente da Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais em Educomunicação (ABPEducom)
João Alegria Diretor de TV, escritor e gerente-geral do Canal Futura
Mozart Neves Ramos Químico, educador e diretor de articulação e inovação do Instituto Ayrton Senna
Vera Iaconelli Psicanalista e colunista do jornal Folha de S.Paulo.

Parceiros

Abap
Fundação Demócrito Rocha
Abert
Instituto GRPCom
ABPEducom
Jeduca
Abraji
Nova Escola
ANER
O Estado de S.Paulo
ANJ
Projor
BBC News Brasil
Unesco no Brasil
Embaixada dos EUA

Selecionamos outros textos para você