Nota de pesar: Paulo Henrique Amorim

É com pesar que registramos a morte hoje, no Rio de Janeiro, do jornalista e apresentador Paulo Henrique Amorim. Tinha 76 anos e foi vítima de um enfarto fulminante.

Seu último trabalho foi na TV Record, apresentando o Domingo Espetacular. Entre 2000 a 2004, foi âncora do UOL News, programa pioneiro de jornalismo em vídeo na internet.

Ganhou o Prêmio Esso , uma espécie de Oscar do jornalismo brasileiro.

Correspondente internacional da TV Globo, atuou também nas revistas Realidade e Veja. Viveu muitos anos em Nova York, EUA, e passou por várias emissoras de televisão, entre elas as TVs Bandeirante e Cultura, sendo reconhecido pela sua vasta competência.

Era irreverente e crítico, era essa a sua forma de exercer a liberdade de expressão. Sua carreira, iniciada em 1961 no extinto jornal A Noite, foi longa e vitoriosa. Fará falta. Seu corpo será velado na sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI).

Selecionamos outros textos para você