Liberdade, liberdade!

Liberdade, liberdade! 150 150 Instituto Palavra Aberta

Por Patricia Blanco (O Globo, 7/11/2011)

Em uma viagem recente a Washington, visitei um museu diferente, o Newseum, que mostra cinco séculos de história da notícia no mundo. Instalado num prédio de concreto e vidro, representando a solidez da notícia e a transparência da informação, o museu celebra a liberdade de expressão.

A cada sala, uma surpresa. A cobertura da queda do Muro de Berlim traz o relato completo de período recente da história e nos convida a tocar num pedaço do muro. A galeria destinada aos atentados de 11 de setembro de 2001 mostra um pedaço de uma das torres derrubadas, além das principais capas de jornais publicadas sobre o assunto no dia após a tragédia e de uma singela caixa de lenços para que os visitantes mais emotivos possam enxugar suas lágrimas.

Mais um andar, e agora é a vez de encontrar a história da notícia com fragmentos impressos que começam no ano de 1455 e seguem até os dias atuais.

Embora o conteúdo seja de impressionar, o que mais me chamou a atenção foi a fachada do edifício. Nela está, esculpida em mármore, a Primeira Emenda da Constituição americana, que garante a liberdade de expressão, de imprensa, de manifestação, de religião e de se reunir em torno de uma causa, mostrando o enorme valor que se deve dar à liberdade.

Leia o artigo na íntegra (PDF)