Unesco lança novo relatório sobre segurança de jornalistas

Unesco lança novo relatório sobre segurança de jornalistas 1024 576 Instituto Palavra Aberta

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) lançou o relatório Segurança de jornalistas em cobertura de protestos: preservação da liberdade de imprensa em tempos turbulentos.  O documento mostra uma tendência de crescimento no uso ilegal de força policial e forças de segurança nos últimos cinco anos ao redor do mundo. De modo geral, as pautas dos protestos centraram-se em desigualdades, corrupção e autoritarismo.

Segundo o relatório, em 2015, 15 protestos tiveram registros de jornalistas impedidos de realizarem o seu trabalho. Em 2019, esse número foi de 32, mostrando um aumento de mais de 100%.

O relatório também revela que dez jornalistas foram mortos enquanto cobriam protestos durante esse período e faz recomendações de segurança para os profissionais que atuam em manifestações.

O documento faz parte da série UNESCO Series on World Trends in Freedom of Expression and Media Development.